Deus seja Louvado.
Portuguese Chinese (Simplified) Dutch English French German Hungarian Russian Spanish

Redes sociais, até onde ir sem prejudicar a saúde?

A tecnologia está cada vez mais avançada para facilitar a vida das pessoas. Entre os pontos que podemos citar estão as redes sociais e mensagens instantâneas, que são consideradas ferramentas importantes de comunicação.

Com isso é possível falar com amigos distantes, ter contato com outros países, fazer reuniões através de videoconferência entre outros.

Mas, se por um lado ajuda, por outro pode ser prejudicial à saúde, já que muitos passam a ser dependentes desses recursos, e com o tempo a vida virtual pode se tornar mais importante do que a real.

E acredite, essa é uma situação preocupante e acende um sinal de alerta para toda a sociedade, pois especialistas comparam esse vício com o de substâncias entorpecentes e, em casos extremos, a pessoa precisa passar por tratamento psicológico e psiquiátrico.

Então cuidado, faça uma análise de quanto tempo você fica nas redes sociais, pergunte a si mesmo se você deixa de passear com a família e amigos para não perder o que os outros postam, fica desesperado quando está em um lugar que não tem acesso à internet, perde a autonomia na realização das atividades cotidianas?? Se sua resposta for sim busque ajuda o quanto antes.

No caso de crianças e adolescentes a questão é ainda pior, já que estão em um período de descobertas e o tratamento pode ser até mais complicado. Então o melhor é fazer uso consciente dessas ferramentas e ficar de olho no que os pequeninos fazem na internet.

presenca em redes sociais

Copyright © 2015 - Faculdade de Pindamonhangaba