Deus seja Louvado.
Portuguese Chinese (Simplified) Dutch English French German Hungarian Russian Spanish

Clareamento dental: Procedimento tem algumas restrições

Quem não gosta de apreciar aqueles dentes branquinhos e bonitos? Um lindo sorriso pode até melhorar a auto-estima de uma pessoa, o que faz com que muitos optem pelo clareamento, seja por meio de gel ou em um consultório odontológico.

Mas afinal, esta técnica é boa ou não para a saúde oral?

O dente funciona como um organismo vivo. Em um determinado momento, a aplicação do produto não clareia mais os dentes. Se insistir em continuar o procedimento, o gel clareador aumentará a porosidade do esmalte dentário.

Esta fragilidade tem como consequência cáries, sensibilidade e, até mesmo, fraturas. Por isso, o clareamento caseiro é o que necessita de maior cuidado e acompanhamento. No clareamento profissional, onde o procedimento é realizado no consultório odontológico, o dentista tem todo o controle, portanto é mais rápido e seguro.

Mas antes de fazer o procedimento, a pessoa precisa passar por um exame cuidadoso. Quem tem dentes cariados, com próteses mal adaptadas e problemas como a gengivite, não podem ser submetidos ao processo.

O gel utilizado no clareamento é composto por um ácido forte, à base de oxigênio, e, se aplicado em uma parte já debilitada do dente, pode causar sérias complicações. O clareamento deve ser acompanhado e orientado por um profissional da Odontologia.

clareamento

Copyright © 2015 - Faculdade de Pindamonhangaba