Deus seja Louvado.
Portuguese Chinese (Simplified) Dutch English French German Hungarian Russian Spanish

Doar sangue, um ato de amor que pode salvar vidas

Com o intuito de constituir uma cultura solidária de doação espontânea nas pessoas, é comemorado hoje, 25 de novembro, o Dia Nacional do Doador de Sangue.

A escolha desta data coincide com a temporada de maior necessidade de doações. No verão, especialmente com as festas de fim de ano e férias, há grande queda do número de doadores.

Atualmente, 1,8% da população brasileira doa sangue. Embora o percentual esteja dentro dos parâmetros recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), de que pelo menos 1% da população seja doadora de sangue, o Ministério da Saúde trabalha constantemente para aumentar o índice.

Isso porque não há substituto do sangue, que pode ser utilizado para diversas finalidades, como tratamento de pessoas com doenças crônicas, alguns tipos de câncer, transplante, cirurgias eletivas de grande porte, acidentes ou outras situações que necessitam de transfusão.

Para doar sangue

É necessário que a pessoa sinta-se bem, com saúde. É preciso ter entre 16 e 69 anos, e peso igual ou superior a 51 quilos. Os candidatos à doação com idades entre 16 e 17 anos devem estar acompanhados por um responsável e a coleta deve ser autorizada por ele.

Para o dia da doação é recomendado que o doador esteja bem alimentado, evitando alimentos gordurosos quatro horas antes do procedimento, faça um repouso mínimo de seis horas na noite anterior à doação, não ingira bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores e evite fumar por pelo menos duas horas após a doação.

O candidato deve estar descansado, não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação, não fumar e não estar de jejum. No dia da doação, é imprescindível levar documento de identidade com foto.

doaçao

Copyright © 2015 - Faculdade de Pindamonhangaba